podcast: golpe de 64

Comentário sobre o golpe militar de 1964, 46 anos depois. Clique aqui.

Foi ao ar na Rádio Metrópole de Salvador, ontem, dia 31 de março.

11 pensamentos sobre “podcast: golpe de 64

  1. Ola,

    Acabei de ouvir o comentario sobre o golpe militar. Eu tenho 33 anos logo não tinha nacido. Mas estudo um pouco, a certo tempo. Não lhe conheço nem pretendo desreipeita-lo, minha visão é outra. Acho que foi necessario os militares tomarem o poder e eles erraram em ficar no poder. O poder é sedutor.
    Mas hoje não estamos numa democracia, não tenho duvida disso. A ditadura em que o Brasil vive, é outra baseada em ideias de um filosofo Italiano, Revolução Cultural substituindo a luta armada. Lula é Comunista, quer o comunismo como o comunismo é. Cuba , China, Venezuela. Mas aqui o plano foi mais bem sucedido.

    Se quiser saber a verdade e não ladainha e estorinha de prisão e tortura, que comparado ao que o comunismo fez na Russia e Faz non Tibet, é piada!!!!

    caso queira:
    http://www.midiasemmascara.com.br

    http://www.olavodecarvalho.org

    Procure sobre o assunto nesses sites e leia com o olhar de uma criança, puro, não com o olhar condicionado pela mentira da esquerda chic. A elite é quem ta no poder.
    Eu quero Democracia. Esuqerda, Direita, Aqui so tem esquerda, direita como? Se a palavra teve seu sentido invertido, ou o uso proibido. Isso ´foi o golpe, não no estado na mente de cada cidadão. Vou para por aqui, que não fui criado em mosteiro, vim da rua posso perder as boas meneiras.

      • Como pode escrever tanta besteira junta? Seu comentário revela total ignorância dos fatos. Além disso suas opiniões revelam que além de ignorante carrega um paranóia direitista e preconceituosa contra a esquerda e os comunistas, especialmente os brasileiros, que em sua grande maioria nem comunistas são. São socialistas.

      • Torquato,
        tudo bem?
        Respeito sua opinião, mas sinceramente não sei como conseguiu fazer tal leitura de um comentário em que falo de minha infância sob as trevas do regime militar.
        De qualquer forma, fica anotado seu protesto.
        Abraços,
        Júlio

  2. Olá Júlio,

    Depois de longo inverno, em pleno verão do hemisfério Sul, estou de volta à ativa e posso ler o blog. Pelo visto tenho muito o que ouvir e mais ainda para ler, aqui e nos livros. Mando notícias mais detalhadas depois.

    Um abraço,

    Dennis.

  3. Olá júlio é bem, também nasci nesse ano,mas como morava no interior só fui me dar conta do que era o regime aos dezessete ou dezoito anos quando li o que é isso companheiro. Seu comentário fez-me lembrardasminhas descobertas. É bom que sempre lembremos, mas parece que existe um esquecimento.Quando penso na Argentina, com até mais imperfeições que a nossa democracia, não deixo de sentir um ponta de inveja, de como filmes, livros e os julgamentos de militares fazem as pessoas lembrarem de uma época difícil.

    • Nelson,
      tudo bem?
      Acho que as formas de conceber e interpretar o regime militar são muito distintos nos dois países.
      Abraços,
      Júlio

      Caio,
      obrigado pela dica.
      Abraços,
      Júlio

  4. Hoje assisti a uma entrevista com Leônidas Pires Gonçalves, diretor do DOI-CODI – RJ durante determinado período da permanência dos militares no poder. Mesmo para quem nasceu depois do término da ditadura, foi algo assustador. Compartilho aqui o link, caso haja interesse:

    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1241580-7823-GENERAL+LEONIDAS+FALA+SOBRE+OS+ANOS+DO+FIM+DO+REGIME+MILITAR,00.html

    A entrevista foi concedida a Geneton de Moraes Neto e constitui o programa Globo News Dossiê, exibido ontem.

    Abraços,

    Caio

  5. Parabéns pelos bons comentários, professor!
    É sempre prazeroso ouvi-lo. Principalmente em um contexto em que o testemunho como valor de verdade segue alimentando maniqueísmos.
    Precisamos de historiadores comprometidos.
    Ufa! ainda bem que os temos!

    Abraços, Lina.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s