podcast: livro & filme

 

No link abaixo, comentário em podcast na Rádio Metrópole de Salvador sobre as perigosas relações entre literatura e cinema.

 

O comentário foi ao ar na quinta-feira, dia 21 de maio.

 

http://www.radiometropole.com.br/objetos/audios/22-05-09_comentario_julio_pimentel.mp3

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “podcast: livro & filme

  1. Ola Julio,

    Descobri vc através da Rádio Metrópole. A caminho do trabalho (a Universidade Federal da Bahia) ouvi seu comentário sobre cinema e literatura que vinha a calhar para uma atividade que vinha realizando.
    Coordeno uma curso experimental de licenciatura em pedagogia para professores de um município do semi-árido bahiano. Entre as invenções de nosso fluxograma estão os Grupos de estudos literários (GELIT) e grupos de estudos cinematográficos (GECIN). E, especificamente, neste semestre decidimos que os filmes estudados seriam todos adaptações de livros com uma atividade que denominamos Do livro a tela. E o seu texto foi aproveitado.
    Bom, não acabou ai. Na semana seguinte, mais uma vez no caminho da universidade (o engarrafamento das grandes cidades acaba servindo pra alguma coisa), mais uma vez vc no meu caminho. Agora com o texto do dia do aniversário de sua filha. Fora a emoção de alguém que tem um vídeo de uma antiga morada embalado com a música de Zé Rodrix, um texto que vinha a calhar com o trabalho. Pois o tal currículo experimental,
    no meio a livros, filmes, computadores trabalha com a memória dos professores. E o seu texto foi aproveitado.
    E aí, fui atrás de saber quem era vc. A primeira coisa que o google me apresentou foi seu Lattes (pode?), mas eu gostei mesmo do blog.
    Parabéns pelo trabalho

    • Inez,
      tudo bem?
      Muito obrigado.
      Gosto de escrever esses comentários e de gravá-los (embora, de vez em quando, a gripe interfira gravemente na gravação – como aconteceu no comentário sobre os dez anos de Lia, minha filha, e meus).
      Me espanta um pouco seu uso acadêmico. Até porque, como você viu (nesses tempos de Lattes), meu trabalho principal é exatamente na academia.
      E os comentários para a rádio e o blog são uma espécie de antídoto contra a monotonia acadêmica.
      Para dizer o seguinte: além dos comentários, gosto muito de escrever os textos do blog.
      Abraços,
      Júlio

  2. Oi Julio,
    Estou escrevendo mais uma vez para comentar como o mundo é pequeno.
    Na apresentação de seu vídeo no encontro de nosso grupo de pesquisas, descobri um compadre seu. Pois é, Marcelo Faria é um amigo que está fazendo doutorado com a gente na Faculdade de Educação
    Um abraço
    INEZ

    • Inez,
      Marcelo é uma das pessoas mais lindas que pode haver no mundo e um dos amigos mais queridos que já tive.
      A saudade dele é profunda, por vezes dói.
      Mas sei que ele vive melhor aí do que aqui, e isso é bom.
      Abraços,
      Júlio

  3. vcs dois são muito queridos e moram no meu coração.
    outro dia, li o memorial de um amigo – Franzé – que se assumia um biólogo de poucos artigos e muitos amigos. achei lindo, e queria dizer que vcs ocupam esse lugar em mim.
    graaande beijo
    Marcelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s