podcast: um novo mapa da América do Sul

 

No link abaixo, comentário em podcast na Rádio Metrópole de Salvador sobre um surpreendente e inovador mapa da América do Sul.

 

O comentário foi ao ar na segunda-feira, dia 23 de março.

 

http://www.radiometropole.com.br/objetos/audios/23-03-09_comentario_julio_pimentel.mp3

 

Anúncios

8 pensamentos sobre “podcast: um novo mapa da América do Sul

  1. Oi Júlio,

    Gostei muito do comentário, reflete bem a angústia que vivemos no cotidiano das escolas. Me lembra uma apostila com que trabalhei não a muito tempo que dava como fato histórico a passagem à pé de Moisés pelo Mar Vermelho, além de outras curiosidades. Não pude deixar de pensar que depois do momento em que você fala “Mas não estarei sendo…” você completaria com um “…irônico?”. Sempre ouço os comentários, apesar de não poder baixá-los nem ouví-los nas escolas que trabalho, devido aos bloqueadores de mp3 e afins.

    Abraços,

    Dennis.

    • Dennis
      pois é, anos atrás também havia um livro didático que sugeria a leitura de “Confidências de um inconfidente”, livro psicografado sobre a Inconfidência Mineira…
      Abraços,
      Júlio

  2. Pois é, caro professor, eu que estou entrando por vontade própria (e um tiquinho de loucura também, é preciso admitir) nessa nossa profissão, só tenho que lamentar pelo erro do autor/editor e parabenizá-lo pela crítica irônica e justa.

    Grande Abraço e até a próxima terça.

  3. Júlio,
    com uma simples caneta, o autor do mapa resolveu, para alguns, um problema.
    Porém, não será com uma caneta que o problema da educação será resolvido em nosso país. Muitos que assumem o posto de secretário da educação acham que publicando normas no Diário Oficial vão resolver o caos da educação.

    • Alberto,
      tudo bem?
      Ministros, secretários, membros de ongs e de associações de classe, teóricos da educação, acadêmicos…
      Infelizmente há essa crença disseminada de que a criação de regras e a elaboração de “diretrizes” resolvem o problema educacional.
      Talvez seja mais um resquício de nosso bacharelismo.
      O fato é que o excesso de “canetadas”, em qualquer nível, ajuda a eliminar as possibilidades de melhoria da educação no Brasil.
      Abraços,
      Júlio

    • Sara,
      o mapa foi divulgado em jornais.
      Não o tenho e, se tivesse, não publicaria.
      Imagine se alguém levasse a sério e o reproduzisse?
      Abraços,
      Júlio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s